ABGF firma memorando de entendimento com agência francesa 29 de Março de 2018, em Relações internacionais


Crédito: Divulgação ABGF

A Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) firmou, no último dia 20 de março, memorando de entendimento para promoção de cooperação técnica com a agência de crédito à exportação francesa Bpifrance Assurance Export. Segundo o diretor de Operações da ABGF, Vitor Sawczuk, “com o acordo, as agências buscarão estabelecer uma cooperação para promover estratégias de negócios e o apoio mútuo em projetos envolvendo exportadores e investidores franceses e brasileiros”, disse. Pelo lado francês, o documento foi assinado pela diretora da Bpifrance, Maëlia Dufour.

O acordo foi firmado durante a realização da Spring Meeting da Berne Union 2018, que ocorreu, entre os dias 19 e 23 de março, nos arredores de Mombaça, cidade do Quênia, em que está localizado o segundo maior porto da região da África subsaariana. A anfitriã do evento foi a African Trade Insurance Agency (ATI), agência multilateral africana composta por 14 países membros e diversos membros institucionais e contou com uma agenda organizada por comitês. A Berne Union congrega a maioria das agências crédito à exportação (ECAs, na sigla em inglês).

No primeiro dia de trabalho, houve a reunião do Comitê de Médio e Longo Prazo (MLP) – principal foro de interesse da ABGF, em que os participantes destacaram a retomada gradual, em 2017, do valor coberto pelas ECAs, que registraram US$179 bilhões de nova cobertura no ano. Mesmo com o fluxo de comércio internacional crescendo 3,6%, a participação dos membros da BU também aumentou, passando a representar 14% do comércio mundial de bens.

Em uma sessão conjunta representantes das ECAs se reuniram com especialistas de seguradoras privadas ativas no seguro de investimento e de risco político (PRI) – linha de produtos com características bastante similares às dos produtos oferecidos pelas ECAs – e houve intercâmbio de informação e experiência com objetivo é encorajar a cooperação entre os dois tipos de entidades.

Para o gerente executivo de Análise de Crédito Internacional da ABGF, Pedro Carriço, que também participou do evento, “o contato mais estreito com as seguradoras privadas pode, inclusive, ser um terreno fértil para outras linhas de negócio da ABGF, especialmente para o Fundo Garantidor de Infraestrutura (FGIE), ao ajudar a esclarecer as razões que limitam a subscrição de riscos em operações de infraestrutura no Brasil”, analisou.

Evento no Rio de Janeiro

A próxima reunião da Berne Union, a Assembleia Geral Anual, ocorrerá em outubro em Paris e será organizada pelo Bpifrance. Um mês depois deste encontro, no final de novembro, a ABGF deverá acolher um grupo de especialistas de Project Finance dos membros para um workshop de dois dias no Rio de Janeiro. Será a primeira vez que um evento da Berne Union acontecerá no Brasil.